Em Destaque

A Evolução na Fermentação do Hidromel


O hidromel surgiu nos primórdios da humanidade pela sua simplicidade. Muito provavelmente, a cerca de 10 mil anos atrás o homem consumiu mel que havia sido hidratado por forças da natureza, como chuva por exemplo e assim foi possível o surgimento de atividade celular de leveduras do próprio ar, que converteram o açúcar do mel em álcool, produzindo assim o hidromel de forma natural.

Vinho e cerveja podem ter sido descobertos de maneira semelhante, entretanto se acredita que o hidromel seria o candidato mais provável a ser o primeiro já que o mel é uma fonte de açúcar pronta para fermentar. Diferente das outras bebidas que normalmente requerem um processo para a concentração dos açúcares, como trituração ou fervura antes de iniciar a fermentação.

Quando se produz hidromel nos dias de hoje, mesmo que seja de forma artesanal, é possível se obter resultados com muito mais qualidade, controle e reprodutividade, pela possibilidade de se esterilizar muito bem os equipamentos, utilizar uma única cultura de leveduras especializadas na produção de hidromel e ingredientes de qualidade.

Além disso, materiais apropriados para a fermentação como o metal inox fazem grande diferença na qualidade final do produto. O inox inclusive possui propriedades não corrosivas e anti-bacterianas.

Portanto vemos que a receita do hidromel é muito simples: água mel e fermento. Porém a qualidade dos ingredientes e os processos empregados fazem toda a diferença para se obter um hidromel de qualidade profissional.

Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Instagram ícone social